POLITICA Sansão Machava

Sentença de Castelo Branco e Fernando Mbanze será divulgada no dia 16 de Setembro

Após serem ouvidos na segunda-feira finda no Tribunal Judicial do Distrito de Kampfumo, província de Maputo, Carlos Nuno Castel-Branco e o editor do jornal Mediafax, Fernando Mbanze, irão conhecer a sua sentença no dia 16 de Setembro do presente ano.

Castel-Branco está sendo acusado por crime contra a segurança do Estado e Veloso e Mbanze pelo crime de abuso de liberdade de imprensa.

Tudo começou quando em Novembro de 2013 o economista moçambicano Castelo-Branco, escreveu um artigo endereçado ao antigo chefe do estado, Armando Guebuza e postou na maior rede social do mundo (Facebook).

Castelo Branco e Fernando Mbanze

Posteriormente o referido artigo foi reproduzida pelos jornais Mediafax e Canal de Moçambique, dirigidos por Mbanze e Fernando Veloso respetivamente.

Na carta, Carlos Nuno Castel-Branco acusava Armando Guebuza de estar “fora do controlo” e de ter empurrado o país novamente para a guerra, numa alusão aos confrontos, na altura, entre as Forças de Defesa e Segurança e o braço armado da Renamo, principal partido da oposição em Moçambique.

Para várias entidades moçambicanas e internacionais, o caso ultrapassa a esfera judicial e assume contornos políticos, numa ameaça ao direito de opinião em Moçambique.

Refira-se que o diretor do semanário Canal de Moçambique não se fez presente no tribunal, por estar a receber tratamentos médicos na Europa, porém, o seu julgamento foi adiado.

Sobre o autor | Website

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.