POLITICA Sansão Machava

Autoridades moçambicanas libertam traficantes de corno de Rinoceronte a troco de 30.000$

Segundo o portal Verdade, as autoridades judiciais moçambicanas libertaram, mediante o pagamento de fiança, dois cidadãos norte-coreanos que no princípio de Maio passado foram detidos em Maputo por tráfico de cornos de rinocerontes, encontrados no porta-malas do carro em que se faziam transportar.

Um dos visados, que responde pelo nome de Pak Chol Chun, é um diplomata norte-coreano que trabalha na embaixada de Pyongyang na África do Sul, e o segundo suspeito foi identificado como mestre de taekwondo, Kim Jong Su, garantiu a mesma fonte.

Corno de Rinoceronte

Orlando Mudumane, o porta-voz da PRM na cidade de Maputo, confirmou à Voz da América que os dois estrangeiros acusados de tráfico foram presos, mas mais tarde restituídos à liberdade sob fiança no valor 30 mil dólares norte-americanos.

Segundo a agência de notícias Yonhap, após a liberação os dois cidadãos norte-coreanos deixaram Moçambique com destino à África do Sul por via terrestre.

A agência noticiosa, citando um porta-voz da embaixada da Coreia do Sul na África do Sul, refere que Pak Chol Chun e Kim Jong Su são visitantes frequentes de Moçambique onde adquirem troféus de animais selvagens caçados ilegalmente.

Sobre o autor | Website

Editor chefe do Moz Massoko, empreendedor digital, Trabalho também com marketing de afiliados, nos tempos livres gosto de aprofundar os meus conhecimentos sobre internet Marketing.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.