Vladimir Putin reconhece independência de regiões separatistas na Ucrânia e prevê envio de tropas

O presidente russo, Vladimir Putin, surpreendeu tudo e a todos ao reconhecer oficialmente a independência de duas regiões separatistas na Ucrânia: Donetsk e Luhansk. E mostrar o seu apoio aos rebeldes que lutam nessas áreas contra forças militares ucranianas.

Putin garantiu que enviará tropas russas para “trabalho de manutenção de paz” nessas regiões.

Durante a reunião que teve lugar ontem, terça-feira (22), integrantes do alto escalão do governo Putin disseram que é necessário proteger cidadãos russos nessa área.

A União Europeia, o Reino Unido e os Estados Unidos já adiantaram que planejam sanções a indivíduos e entidades que estejam ligados ao governo russo nesse contexto.

O presidente norte-americano Joe Biden telefonou para o seu par ucraniano Volodymyr Zelensky e disse que reafirma “o compromisso dos Estados Unidos com a soberania a integridade territorial da Ucrânia”.

Segundo a agência France Presse, Zelensky se pronunciou mais tarde sobre o discurso de Putin e disse que “nós não temos medo”. Ele afirmou que aguarda um “claro apoio” do Ocidente.

Deixe uma resposta